Blog
3 Tendências para o E-commerce em 2020

27 de julho de 2019

Mobile

 Não é novidade que hoje, o smartphone é o maior meio de pesquisas na internet. Segundo o site Ecommerce Brasil, o mobile representa quase 50% das vendas no varejo online do Brasil, e isso se dá principalmente pela evolução dos smartphones, que permitem fazer de tudo com apenas alguns toques.

Por isto, é importante desenvolver primeiramente o layout mobile, e posteriormente adaptá-los para a versão desktop (chamamos de Mobile First), resultando em um site responsivo, leve e com otimização.

Essa adaptação permite principalmente a redução de informações com pouca importância (que teriam na versão desktop), oferecendo uma experiência mais ágil e dinâmica ao usuário, que com rotinas cada vez mais corridas, precisa dessa praticidade.

Omnichannel

 O Omnichannel integra o mundo online ao offline, ou seja, é a centralização das ações da loja física, loja virtual, aplicativo e redes sociais, permitindo que o usuário tire suas dúvidas e compre aonde estiver.

Para as empresas, o Omnichannel é uma vantagem, visto que ela ficará disponível 24h por dia, 7 dias por semana, aumentando assim suas chances de venda. Além disso, quando todos os sistemas são integrados, fica ainda mais fácil tirar as dúvidas dos clientes, e diminuir a “competição” que pode haver entre os diferentes canais.

Além do aspecto visual, essa integração está presente em toda a experiência do usuário com a loja, desde o momento de pesquisa até o de compra, e isso reforça ainda mais sua marca no mercado.

Assistentes virtuais

 O sucesso de qualquer negócio depende muito do contato com o cliente, e hoje, apenas uma central de atendimento comum não é mais tão eficaz para alcançar esse objetivo.

Uma ótima solução é a implementação de uma assistente virtual, que é uma ferramenta digital que pode ser implementada em sua loja virtual com a finalidade de ajudar os usuários a realizarem tarefas, como a busca por informações, pré e pós venda, soluções de problemas e dúvidas.

Segundo o site Phone Track, “as funções desempenhadas pelo assistente virtual se baseiam na combinação de interfaces de aplicativos e processamento de dados liberados pelos leads que acessam o site. Além disso, para um maior contato com os usuários, a assistência virtual possibilita o atendimento -em interação com softwares de inteligência de voz– por meio de mensagens escritas, imagens, gravações de áudio ou telefonemas, proporcionando uma maior satisfação ao cliente.”

Com isto, utilizar essa ferramenta irá proporcionar a ampliação do contato com seus usuários, gerindo dados de acesso, dúvidas e opiniões que possam ajudar na criação de estratégias ao atendimento ao cliente, e consequentemente, vendas.

 

Por: Nicole Lima