Blog
Escolhendo um nome para sua Loja Virtual

1 de agosto de 2019

Um dos primeiros (e principais) passos na criação de seu e-commerce é a escolha de um nome. Essa questão sempre gera muitas dúvidas para as pessoas que desejam abrir seu próprio negócio, geralmente se tornando fator de indecisão.

Toda essa preocupação é justificável, já que decidir o nome de sua loja virtual é algo grande e será determinante para o sucesso de seu negócio.

Mas fique tranquilo, trouxemos tudo que você precisa saber para escolher o melhor nome para sua Loja Virtual!

Estabeleça uma Conexão com seu Negócio

O primeiro ponto que deve ser considerado é a relação que seu nome terá com o propósito de sua empresa. Não é interessante escolher algo que simplesmente não atraia e conecte seu público ao negócio.

Sendo assim, recomenda-se que o nome pretendido seja relevante para o nicho que você procura atingir, estabelecendo uma conexão direta com todos que possam vir a se interessar pela sua loja virtual.

Além disso, essa decisão será vantajosa pensando em termos de SEO.

Os 3 Primeiros Pontos

O ideal é que seu nome seja curto, simples e fácil de gravar, seguindo esses 3 pontos você garante que seu cliente memorize facilmente, fica fácil de pronunciar e a palavra se encaixará muito bem no topo de sua loja virtual. Confira algumas dicas que podem te ajudar:

  • Tente utilizar nomes simples e compostos. Uma boa ideia é juntar duas palavras que se fixem facilmente na memória do cliente;
  • Crie uma palavra ou gíria que seja curta, fácil de pronunciar e estranha o suficiente para ganhar a atenção de um cliente. Por exemplo: Google, Twitter, eBay, Skype, etc;
  • Você também pode vincular seu próprio nome à marca. Por exemplo: Magazine Luiza, Ricardo Eletro, Saraiva, etc.

Seja Original

É muito importante que previamente você faça uma pesquisa de mercado, analisando seus concorrentes e tirando o máximo de ideias que conseguir. No entanto, quando for decidir o nome de sua empresa não esqueça de manter sua originalidade, nada de cópias e imitações, certo?

Como dissemos anteriormente, busque sempre fazer uma conexão entre o que você vende e seu nicho, usando como parâmetro de comparação concorrentes que já atuam na mesma área.

Além de pegar mal, imitar o nome de um concorrente pode trazer complicações jurídicas, pois devemos nos lembrar que o nome de uma empresa é, também, uma marca registrada.

Verifique o Domínio

Todo site possui um domínio único, como se fosse um endereço para seu estabelecimento, mas nesse caso no meio digital. Sendo assim, um domínio nunca será igual o outro e, no nosso caso em específico, precisaremos encontrar um endereço para sua loja que esteja disponível para ser utilizado como domínio.

A principal dica é fazer uma lista de domínios, tendo assim várias opções ao invés de apenas uma. Dois pontos são cruciais nessa criação e devem estar presentes: possuir no final do domínio as extensões “.com.br” e “.com”. No primeiro caso, isso ocorre por estarmos no Brasil e, no último, por não querermos que outra pessoa utilize o mesmo domínio da sua loja, mas com “.com” no final.

Para pesquisar se seu domínio está disponível, você pode acessar o site Registro.br.

Faça uma busca no Google

O Google ajuda em muitas coisas, não é mesmo? Em nosso caso não será diferente, você pode fazer uma busca rápida no Google procurando um termo que tem em mente para compor o nome de sua marca. Use isso a seu favor e observe a primeira página que aparece, analisando cada um dos resultados.

É importante evitar que o nome pretendido seja muito genérico e acabe se perdendo nas infinitas páginas dos buscadores. Quanto mais específico for o nome, mais fácil será de alcançar o topo.

 

Agora que você tem todas as dicas e sugestões, que tal criar aquele nome que se encaixa perfeitamente em seu comércio eletrônico?

 

Por: João Pedro Albuquerque