Blog
O futuro do comércio eletrônico no Brasil

13 de agosto de 2018

O comércio eletrônico no Brasil, assim como em grande parte do mundo, está cada vez mais voltado ao m-commerce. Entenda.

Não é novidade para ninguém que os smartphones revolucionaram a forma das pessoas se comunicarem, acompanharem notícias e também efetuarem compras de maneira ágil e instantânea.

No Brasil, 92,1% dos acessos à internet são efetuados via dispositivos móveis, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Isso é uma consequência da praticidade que, principalmente as mídias sociais, conseguiram reunir em um só lugar.

Influência no comércio

Devido a todo este conforto que os smartphones possuem, as empresas têm enxergado um grande potencial para expandir seus negócios em meio a este cenário tecnológico.

Nos últimos anos, o m-commerce (compras feitas a partir de um dispositivo móvel) cresceu de maneira exorbitante, possibilitando novos caminhos e possibilidade para o comércio eletrônico. De acordo com estudos, 78% dos brasileiros que utilizam smartphones preferem fazer compras via mobile.

O Instagram atualmente tornou-se uma espécie de vitrine online, no qual os varejistas podem expor facilmente produtos para vender com todas as informações necessárias e um link que direcione diretamente para a loja e consequentemente para a compra. Dessa forma, é possível que o usuário, em meio a sua navegação de rotina, acabe comprando um produto devido a essa facilidade.

Visão para o futuro

A praticidade para comprar através dos dispositivos móveis empolga os consumidores e o mercado varejista. A previsão é que, nos próximos 5 anos, ocorra um aumento de 50% nas vendas realizadas desta maneira.

Os usuários estão cada vez mais querendo compras com processos rápidos e sem atritos ou sem envolvimento de intermediários. Por isso, é essencial que as empresas comecem a pensar na praticidade que o comércio eletrônico pode oferecer.

De fato, é possível afirmar que não só no Brasil, mas em grande parte do mundo, as compras online ganham cada vez mais adeptos, deixando o futuro do comércio eletrônico esperançoso com os aumentos previstos.

Dessa forma, podemos concluir que aqueles comerciantes que não se adequarem a este novo estilo de consumo, estarão correndo sério risco de perder vendas e diminuir drasticamente o seu faturamento. Por isso, é importante se atualizar e saber como se beneficiar com os avanços da tecnologia.