Blog
Como aumentar a velocidade da sua loja virtual?

14 de maio de 2021

Como aumentar a velocidade da sua loja virtual

Como aumentar a velocidade da sua loja virtual?

Primeiramente, se você ainda não conferiu nosso artigo, tratamento especificamente de como medir a velocidade e o desempenho da sua loja virtual, confira agora mesmo, clicando aqui!

Agora, se você está atrás de dicas e recomendações de como melhorar a velocidade do seu e-commerce, o lugar certo é aqui!

Como todos já devem saber, ter uma loja rápida é um fator muito importante para os lojistas hoje em dia. Não só pela questão de ranqueamento do Google, mas também por razões de usabilidade, atenção e compromisso com o cliente. Dessa forma, isso faz com que ele economize seu precioso tempo na hora acessar a sua loja, trazendo respostas rápidas ao buscar produtos e claro, ao finalizar a sua compra.

Dedicar aos seus clientes e visitantes uma usabilidade rápida e de qualidade, é uma vantagem essencial para mantê-los em sua plataforma. E, neste artigo te mostraremos as principais dicas para aumentar a velocidade da sua loja virtual. Dessa forma, você poderá oferecer praticidade e agilidade aos seus visitantes, que contam muito na hora de conquistar e fidelizar um cliente.

Imagens

As imagens são elementos muito determinantes na velocidade do carregamento do e-commerce. Imagens grandes e pesadas, demoram ser baixadas. Além disso, isso se torna ainda pior se pensarmos que clientes podem estar acessando a sua loja através em lugares com uma péssima conexão de internet no momento do acesso, principalmente se tratando de dispositivos mobile.

Antes de mais nada, temos que pensar no tipo de imagem correta para cada momento. Imagens no formato JPG são mais leves e realistas, se tratando de fotografias e imagens de produtos. Já PNG’s são ideias para imagens com cores sólidas ou com fundo transparente: como gráficos, ilustrações e logos.

Aqui cabe também fazer a seguinte reflexão: uma página principal de e-commerce fica realmente muito atraente com diversas fotos de produtos e categorias. Porém, isso pode tornar o carregamento demorado, causando fugas e perdas e consequentemente conversões de venda. Neste caso, vale avaliar se o MAIS não vai acabar se tornando MENOS.

Mas independente de utilizar mais ou menos fotos na sua loja, o recomendável é sempre – antes de cadastrar as imagens no e-commerce ou subi-las no servidor – fazer o tratamento delas. E para isso, existem ótimas ferramentas online e gratuitas que diminuem o tamanho das imagens, sem perder a qualidade. Duas delas, que nós mesmo da Up utilizamos são: TinyPNG e Optimizilla.

Lazy Load

Ainda no assunto das imagens, existe um método em programação chamado lazy load. Ele que consiste em fazer o carregamento das imagens apenas quando realmente for necessário. Ou seja, as primeiras imagens que serão carregadas ao acessar uma página são aquelas que já estão no campo de visão do monitor do usuário. E, a medida o que cliente vai rolando a página para baixo ou solicitando mais conteúdo, o restante das imagens vão sendo baixadas.

Essa técnica é muito valiosa se pensarmos em melhoria de performance. Pois, tendo menos imagens para serem carregadas quando a página é acessada, menos tráfego ela gera. Dessa forma, fica mais leve e rápida de carregar. Interessante, não!?

Minificação de códigos

Este é um processo que pode ganhar segundos importantes no carregamento do e-commerce. Mas você pode estar se perguntando, o que é minificação? Pois bem, minificação é um processo adotado na programação onde são retirados espaços, comentários e caracteres desnecessários dos códigos. Ou seja, remover qualquer coisa que seja “inútil” e que possa tornar os arquivos menores (sem receio de perder nada). Principalmente se tratando de arquivos CSS e JS, dentro de uma loja virtual.

Então, é com o intuito de deixar os códigos sempre mais leves, que procuramos recomendar a minificação de arquivos. Assim, esses códigos serão baixados e interpretados mais rapidamente pelos dispositivos dos clientes que estão acessando a sua loja.

Vale lembrar, que a boa performance também passa pela elaboração de um código enxuto, muito bem diagramado e sem elementos redundantes. Muitas vezes um código é muito maior do que se é necessário para determinada função dentro de uma página. Sendo assim, mesmo com o processo de minificação, esses códigos ainda podem ser um gargalo no carregamento da loja.

Evitar plugins em excesso

Atualmente, há uma grande variedade de plugins disponíveis por aí, que oferecem diversas funcionalidades para deixar sua loja com utilidades incríveis, além de torná-la mais prática e atrativa.

Esses plugins, sempre deixam lojistas alvoroçados. Mas, na realidade, quem não quer uma loja cheia de coisas legais, não é? Pois bem, algumas funcionalidades podem até ser atraentes. Mas pensando bem, elas são realmente úteis.

Utilizar muitos plugins e bibliotecas JS em demasia, pode acarretar lentidão no carregamento da sua loja. Isso sem falar em casos em que, instaladas da maneira incorreta, ou contendo erros no seu código fonte, podem causar ainda mais lentidão no carregamento. E, pior ainda, travamento de outras funções importantes e essenciais da loja.  Portanto, é um assunto que se deve analisar com muita cautela.

Há também os scripts de marketing e ferramentas que monitoram a navegação do usuário, que podem atrasar bastante o carregamento das páginas. Nestes casos é recomendável certificar ou verificar com o responsável pela instalação, se os scripts estão configurados para serem executados somente após o carregamento da página.

 

Se você ficou interessado e empolgado ao conferir estas práticas, por que não começar agora mesmo a aprimorar a velocidade da sua loja virtual? Clique aqui e entre em contato com o nosso time! Nós poderemos te auxiliar nestas práticas e muitas outras para conquistar seus objetivos.

 

Por: Jean Carlo